4a brassagem – O céu é o limite

Depois de 3 tentativas de IPA já era hora de experimentar outro estilo de cerveja. Atendendo a pedidos e a minha vontade de experimentar resolvi fazer uma Witbier (cerveja de trigo no estilo belga) e adicionar diferentes frutas.

A Witbier foi escolhida pois queria experimentar com frutas mais cítricas e ácidas do que doces. Combinando com uma cerveja mais leve do que com cervejas mais encorpadas como Stout, Bock e Porter.

Pesquisei um pouco sobre qual o melhor processo para adicionar frutas na cerveja. Esta adição pode ser feita na fervura, na fermentação, na maturação ou no primming. São usados também a adição da fruta in natura, polpa, extrato ou concentrado, doce, geléia, etc. A adição na fervura tem a grande vantagem de esterilizar a fruta e reduzir o risco de contaminação, no entanto fica com o gosto da fruta depois de te-la “cozinhado”. Na fermentação e maturação o gosto adicionado é da fruta natura mas com maior risco de contaminação. Para reduzir este o recomendado é pasteurizar a fruta (aquecendo até 80oC por 10 minutos) e congelar antes de utilizar. A adição no primming é recomendada quando não é desejado que o sabor da fruta seja o dominante na cerveja.

Depois de definir a receita da cerveja parti para o mercado para a escolha das frutas. As eleitas foram maracujá, acerola e abacaxi.

A receita usada foi a seguinte:
2.5kg malte pilsen
1.5kg malte de trigo
1.5kg trigo não maltado
0.25kg aveia em flocos
5g de Magnum a 45 minutos
15g de Cascade a 30 minutos
15g de Cascade a 5 minutos
10g de semente de coentro
30g de raspa de casca de laranja.

A brassagem foi feita em rampas, sendo 20 minutos a 50 graus Celsius, 30 minutos a 62 graus Celsius, 30 minutos a 68 graus Celsius e 5 minutos a 78 graus Celsius.

Consegui de novo 60% de eficiência e o OG deu 1055.

Fiz a brassagem no dia 29 de maio e deixei fermentando em temperatura ambiente (que tem variado de 8 graus Celsius a 24 graus Celsius onde moro) por 10 dias. Ontem fiz a transferência para o secondário e adicionei as frutas. Separei 8l em um maturador com a polpa pasteurizada de 6 maracujás e coloquei cerca de 6 a 7l de cerveja em outro maturador com a polpa pasteurizada de cerca de 1kg de acerola. Agora elas vão maturar por cerca de 10 dias a 5 graus Celsius para serem engarrafadas depois.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: