Equipamento dos sonhos

Acho que todo cervejeiro caseiro tem um equipamento dos sonhos. Um equipamento que ele baba toda vez que olha para ele. O meu equipamento dos sonhos (edit 04.02.018) era um Bier maschine da Serra Inox. Mas como acho que esse não é mais fabricado hoje em dia eu sonho com um desses da Ekipo (empresa que faz equipamentos para cervejeiros caseiros ou profissionais) do amigo Gláucio.

850xn

Mas acho que eu, assim como a grande maioria dos cervejeiros caseiros, sou um pouco masoquista e gosto de projetar e montar as coisas eu mesmo. Para mim parte do barato é fazer cerveja, parte é tomar cerveja e parte é montar o equipamento.

Eu comecei com um equipamento bem simples. 3 panelas de alumínio de 32l, um fogareiro de alta pressão e muita vontade. Depois de pegar gosto pelo hobby resolvi investir no equipamento. Mas como doe no bolso colocar muito dinheiro de uma vez só fiz um planejamento detalhado de como o equipamento ia evoluir.

O 1o passo foi ter maior controle de fermentação. Não dava mais para fazer cerveja fermentando em temperatura ambiente. Meu sogro tinha uma geladeira antiga meio encostada. Pedi ela de presente e em troca ele teria um fornecimento constante de cerveja. Acho que nós dois saimos ganhando. Depois foi só ligar um termostato e fase 1 completa.

O 2o passo já foi mais largo, tanto em equipamento como financeiramente. Minha meta era montar um equipamento como o abaixo, só que aos poucos.

Bancada 1 tier – BRUTUS.

Para chegar lá resolvi dividir em etapas
– 2 keggles, moedor de rolos, 1 bomba march, chiller de placas
– brew stand
– termometro de linha, poço termométrico no fermentador
– 3o keggle
– 2a bomba march
– sistema inteiro sem troca de mangueiras, só mudando válvulas

Mosturando pela 1a vez no keggle
Sistema interino de trabalho até ter o brewstand

image

Também estou planejando eletrificar o processo. O planejamento também está dividido em:
– HLT elétrico + TiC
– BK elétrico
– RIMS tube

O planejamento é muito importante para não perder dinheiro. Para não comprar, por exemplo, uma panela um dia, e depois de alguns meses trocar por outra maior. Algo que ajuda a minimizar o prejuízo dessas trocas é vender os equipamentos usados.

Hoje já estou com as primeiras fases completadas. A idéia é ficar com um sistema como o esquema abaixo.

Advertisements