Melhores de 2012 – Blog do Bob Fonseca

Pelo terceiro ano consecutivo o Roberto Bob Fonseca, do Blog do Bob, faz uma enquete com profissionais, caseiros, consumidores, connoisseurs de cerveja pedindo a opinião de cada um sobre os melhores fatos, cervejas do ano.

Qual foi a minha surpresa em ver uma das minhas cervejas citadas como melhor cerveja caseira experimentada em 2012 pelo Alexandre Bazzo da cervejaria Bamberg.

COMEMO~1

Imaginem a minha felicidade… Para mim foi um reconhecimento igual ou melhor do que o elogio dado pelo John Palmer na avaliação da Maracugina (wit com maracujá) no concurso nacional de 2012.

Para os que não acompanhavam o blog a um ano e meio atrás a Françoise começou a ser pensada em junho de 2011. Na verdade eu havia começado a fazer cerveja em casa, estava na minha 4a leva, e fui instigado pela minha esposa Renata (fã de lambics, guezes e sours em geral) a fazer uma Lambic. Como a opção de não fazer a cerveja era dormir no sofá comecei a pesquisar o assunto.

Uma grande sorte foi que nesta mesma época uma grande amiga estava na Europa a trabalho. Neste momento comecei a procurar alguma loja que vendia fermentos líquidos na Europa e esbarrei na Brouwland e no Wyeast 3278 – Belgian Lambic Blend™.

https://rotenfussbier.wordpress.com/2011/07/14/plambic/

Com fermentos na mão, um pouco de informação pescada aqui e ali, alguns emails trocados com o pessoal da WYEAST, visitas ao forum HomebrewTalk.com, receita rascunhada e uma idéia na cabeça o mosto foi preparado no dia 15 de novembro de 2011.

https://rotenfussbier.wordpress.com/2011/11/21/receitas-do-feriado/

Em maio de 2012 já estava pensando no que fazer com a cerveja. Qual fruta iria adicionar na mesma, se iria adicionar alguma. Passeandoem um supermercado de Sorocaba achei algumas caixas de framboesa congeladas. Comprei uma caixa com 400g e adicionei na cerveja com cerca de 6 meses de maturação. Mais um mês no maturador e a cerveja foi engarrafada com priming com várias garrafas cedidas gentilmente pelo Edson Piovani de Boituva.

Nesse momento cometi alguns erros de iniciante. Usei muito fermento para refermentar na garrafa e usei um fermento que flocula muito pouco. Isso fez com que a cerveja ficasse muito turva e com muito fermento no fundo da garrafa (fora do estilo).

https://rotenfussbier.wordpress.com/2012/06/18/plambic-virou-sour-framboise/

Duas semanas depois fiz a primeira prova da cerveja carbonatada e na empolgação de postar nas redes sociais o corretor ortográfico do celular batizou a cerveja de Françoise.

Nos 6 meses seguintes a cerveja foi sendo degustada por várias pessoas. As primeiras garrafas abertas ainda tinha muito diacetyl (produzido pelas bactérias que azedam a cerveja) e um pouco de band aid. Nas últimas garrafas abertas a cerca de um mês e meio o sabor já estava bem mais agradável, limpo de diacetyl e foi uma destas últimas garrafas que o Alexandre Bazzo experimentou no dia 15 de dezembro na brassagem/churrasco feita pela Confraria Sorocabana na Bamberg.

Posso dizer que venho enrolando a uns 4 meses a produção de minha segunda Sour e esse reconhecimento só me animou a fazer mais uma leva. Agora vou acumular o que aprendi com a Françoise 2011 e vou preparar a Françoise 2013 para ser degustada no carnaval de 2014.

Por último agradecimentos:
– Lili Ferreira por trazer os bichinhos na mala.
– Edson Piovanni por me arrumar várias garrafas e tampinhas para engarrafar a cerveja.
– Renata Ferreira, minha esposa, por me desafiar a fazer uma Lambic e aguentar a zona que eu faço em casa para produzir cerveja.

2 Responses to Melhores de 2012 – Blog do Bob Fonseca

  1. Leo Sewald disse:

    Isso é reconhecimento pelo carinho e atenção pela qualidade, parabéns Linus!

    • Obrigado Leo.
      Sempre fico muito feliz em receber elogiose pelo reconhecimento dos amigos e dos profissionais do setor (Alexandre, Samuel, Bob, você).

      E parabéns pelas tuas brejas. Todas que tomo me impressionam pela qualidade e sabor. Ainda preciso achar uma Mad Season por aqui para comparar com minha Oaked Dr. Piló.

      abraço

%d blogueiros gostam disto: