Witbier e American IPA

Afinal o que tem a ver Witbier com American IPA? Quase nada. Talvez o gosto e aroma cítricos e o fato de ambas terem sido feitas no mês de abril para o 7o Concurso Nacional de Cerveja Caseira. Mês puxado esse de abril.

A primeira que foi feita foi a Witbier no dia 22/04/2012. Segui a mesma receita básica que já havia usado no ano passado para fazer a Maracugina Witbier. Só substituí os lúpulos Magnum e Cascade pelos Galena e Amarilo para amargor e aroma respectivamente. No final consegui 35l com OG de 1055g/l que foi fermentado com o fermento líquido WLP400 Belgian Wit Ale Yeast.

Por ter usado 1 vial de fermento com baixa viabilidade (trouxe na mala em outubro de 2011 dos EUA) e ter 35l de cerveja precisei propagar o fermento. Para isso fiz adições separadas de mosto ao erlenmeyer. Coloquei 2l de mosto com 1040g/l a cada 3 dias totalizando 6l de starter. No final deixei o fermento decantar por 2 dias para remover o sobrenadante e adicionar somente o fermento.

Seguindo os comentários do site da White Labs fiz a fermentação a 20oC nos primeiros 3 dias e depois subi para 24oC nos demais. Agitei o fermentador no 7o, 8o e 9o dias para guarantir uma atenuação total. No final cheguei a um FG de 1008g/l.

No dia 1o de maio transferi a cerveja para dois fermentadores de 20l. Em um deles coloquei polpa de maracujá pasteurizada e deixei ambos em temperatura ambiente. O plano é engarrafar no dia 12 com priming em algumas garrafas e colocar o resto no post mix. Não vou condicionar a frio pois esta é uma cerveja naturalmente turva onde o gosto e aroma do fermento são partes importantes dela, portanto não é tão importante assim decanta-lo o máximo possível.

Aproveitei os 250ml que retirei para medir a densidade final e experimentei para ver como a cerveja estava. E estava muito boa, levemente cítrica, refrescante e com corpo leve (mesmo sem carbonatação e quente).

No dia 1o de maio também fiz a brassagem da American IPA. A receita foi bem diferente das feitas anteriormente devido a disponibilidade dos maltes e lúpulos.

6kg Pale Ale
2kg Munich light
2kg Cara 20
50g Galena a 60 minutos
70g Centennial a 0 minutos
60g Centennial dry hopping
60g Columbus dry hopping

Infusão a 68oC por 1 hora mais mash out a 78oC por 10 minutos
OG 1076g/l para 26l, 60IBU
Fermentado com 2 sachês de US05 a 18oC por 7 dias e 22oC por 5 dias com dry hopping.

Próximos passos são abaixar a temperatura para 0oC por 7 dias, adicionar a gelatina e condicionar no post mix.

Advertisements

2 thoughts on “Witbier e American IPA”

  1. Salve Linus! Ainda que eu tenha ficado devendo a visita, espero poder provar dessa IPA. Já usei o Columbus algumas vezes para fazer Dry Hopping e o resultado foi muito agradável. Com certeza essa IPA será uma grande breja. Nos vemos em alguns dias no Nacional? Abraços!

    1. Salve Nunes. Estou na expectativa dessa IPA ficar boa. Ainda não experimentei pois ela está em maturação. Mas tomamos dela um Pira. Abraço

Comments are closed.